Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BLOGUE DO MANEL

A vida tem muito para contar e partilhar com os demais. Esta é a minha rede social para partilhar histórias, momentos e pensamentos, a horas ou fora de horas, com e sem pés nem cabeça. Blogue de Manuel Pereira de Sousa

BLOGUE DO MANEL

A vida tem muito para contar e partilhar com os demais. Esta é a minha rede social para partilhar histórias, momentos e pensamentos, a horas ou fora de horas, com e sem pés nem cabeça. Blogue de Manuel Pereira de Sousa

PEDRO PASSOS COELHO E A SUA MENSAGEM DE PÁSCOA, COMO SE DE UMA FIGURA DE ESTADO SE TRATASSE.

Manuel Pereira de Sousa, 22.04.11

 



Fonte: SIC Online


Por: Manuel de Sousa
manuelsous@vodafone.pt

O Candidato pelo PSD, Pedro Passos Coelho, aparece em público com a sua esposa, para uma mensagem de Páscoa, mensagem dirigida aos portugueses e que está a ser difundida na sua página do Facebook.

Muitos, como eu, acharão que se trata de algo curioso, ainda que no seu livre direito de expressão e dentro do que é permitido a um candidato. Porém, esta mensagem da Páscoa que, habitualmente, está destinada ao Cardeal Patriarca ou às figuras de Estado, como o Presidente da Republica ou o Primeiro-Ministro, passou a estar reservada a um candidato ao Governo. Faz-me parecer que esta seja mais que uma atitude de campanha legislativa, e seja uma atitude de quem se ache de responsabilidades governativas e como se esta fosse a mensagem que os portugueses tanto necessitassem. A pose de Estado em diversas intervenções, faz-me parecer que Pedro Passos Coelho já se quer impor como Primeiro-Ministro e aos poucos quer-se achar como uma figura indispensável ao país ainda antes das eleições legislativas.

Ao que parece, pelas sondagens divulgadas recentemente, não é por aqui que Pedro Passos Coelho tem de intervir e não serão estas declarações que farão marcar a diferença em relação aos restantes partidos, se pretende subir nas sondagens. Haverá, muitos outros pontos onde o PSD tem de marcar a diferença. A ideia de uma comunicação tradicional ao país, demonstrando o seu conservadorismo familiar poderá não ser aceite de bom agrado por muitos eleitores.



 


 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.