Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BLOGUE DO MANEL

A vida tem muito para contar e partilhar com os demais. Esta é a minha rede social para partilhar histórias, momentos e pensamentos, a horas ou fora de horas, com e sem pés nem cabeça. Blogue de Manuel Pereira de Sousa

BLOGUE DO MANEL

A vida tem muito para contar e partilhar com os demais. Esta é a minha rede social para partilhar histórias, momentos e pensamentos, a horas ou fora de horas, com e sem pés nem cabeça. Blogue de Manuel Pereira de Sousa

OBAMA: CASOS DE RABOS DE SAIAS DEVEM SER NOTÍCIA?

Manuel Pereira de Sousa, 04.02.14

A vida das figuras públicas é muito complicada, por mais que tentam alguma descrição são logo apanhadas e sobre elas se diz tanta coisa e tão pouco se torna verdade – são destas histórias que o povo gosta.
A fronteira entre o privado e o público torna-se cada vez mais ténue em relação às celebridades e o que deveria ser da esfera privada dos casais torna-se público, onde toda a gente se acha no direito de tecer os seus comentários.

Já não bastava o Presidente francês François Hollande ser apanhado na sua scotter a caminho da casa de sua amada e o caso ter sido notícia em todos os jornais mundiais, também agora o caso de Michelle Obama e Barack Obama, são também alvo de rumores de um divórcio em vias de acontecer. Sem dúvida que a Casa Branca foi fértil nestes casos de saias – lembro-me dos casos de Cliton – e essa tradição parece continuar a manter-se. Os rumores são antigos, a diversão de Obama com as fotos no funeral do Presidente Mandela foram o isco para se começarem a lançar tais rumores, a ponto de se dizer que já não dormem juntos – em casa de Presidente não há segredo que fique guardado, tudo se sabe.

Estes casos são sempre incomodativos para o casal, mas não há órgão de informação que os ignore e há sempre espaço para mais uma reportagem. Devemos considerar notícia estes relacionamentos de personalidades? Merecem o destaque que lhes é dado? Onde começa e termina a vida pública e privada destas pessoas? Que influência podem provocar nas decisões do país e na vida das pessoas? Seremos nós, eleitores, os juízes da vida de cada político?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.