Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BLOGUE DO MANEL

A vida tem muito para contar e partilhar com os demais. Esta é a minha rede social para partilhar histórias, momentos e pensamentos, a horas ou fora de horas, com e sem pés nem cabeça. Blogue de Manuel Pereira de Sousa

BLOGUE DO MANEL

A vida tem muito para contar e partilhar com os demais. Esta é a minha rede social para partilhar histórias, momentos e pensamentos, a horas ou fora de horas, com e sem pés nem cabeça. Blogue de Manuel Pereira de Sousa

DE ONDE VEM O FASCÍNIO DO FUTEBOL?

Manuel Pereira de Sousa, 22.06.12

Lá estavam, centenas de portugueses nas ruas a cantar "Vivas a Portugal" por mais uma vitória frente à Republica Checa, por 1-0, num jogo sofrido com golo bem perto do final.
 

Portugal sofreu. Os portugueses sofreram. Um jogo impróprios para cardíacos. Homens, mulheres e crianças vibraram com o golo e com a vitória. Ao contrário de muitos que choram pela derrota. O futebol é mesmo assim, cheiro de alegrias, sofrimentos e tristezas. O que tem de especial este desporto? Que fascínio tem o futebol, que cria este encanto nas pessoas?

Dirão muitos como resposta: não se explica, sente-se. Acredito. Deve ser como uma força que é superior a nós e nos empurra para um estádio de emoções. Eu e o futebol temos uma relação de amor-ódio (se assim lhe puder chamar). Não gosto por tudo o que envolve o futebol - não é a questão dos milhões pela compra e venda de jogadores e salários dos futebolistas (essa não me afecta muito); mas pela questão das corrupções impunes que por aí se fala; pelas rixas e lutas entre claques que atingem proporções de guerras campais e alteração da ordem pública e pelo ódio de estimação entre muitos adeptos. Se não forem estas questões medíocres, o futebol é lindo dentro de campo (quando é limpo entre as partes), é um espectáculo vibrante - mesmo não entendendo quase nada de futebol, esta é a imagem positiva que retenho.

O fascínio que o futebol cria é global - atravessa raças, crenças, idades e sexos. Este é o melhor embaixador para a paz global e poderia ser utilizado ainda mais para a igualdade de direitos entre os povos, assim como, o veículo de conquista para a liberdade de muitos outros, da mesma forma que qualquer um pega numa bola - de capão, plástico, borracha, trapos - e começa a jogar pelo belo prazer e fascínio que se cria.

 

As vitórias de Portugal fascinam-me (para quem pouco aprecia futebol). Porquê? Não sei. Talvez seja pelo orgulho português que existe dentro de mim.

 

Depois de todas estas palavras a resposta à questão mantêm-se em aberto: De onde vem o fascínio pelo futebol?

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.