Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BLOGUE DO MANEL

A vida tem muito para contar e partilhar com os demais. Esta é a minha rede social para partilhar histórias, momentos e pensamentos, a horas ou fora de horas, com e sem pés nem cabeça. Blogue de Manuel Pereira de Sousa

BLOGUE DO MANEL

A vida tem muito para contar e partilhar com os demais. Esta é a minha rede social para partilhar histórias, momentos e pensamentos, a horas ou fora de horas, com e sem pés nem cabeça. Blogue de Manuel Pereira de Sousa

A DESPEDIDA PARA QUEM ACREDITAR NO FIM DO MUNDO

Manuel Pereira de Sousa, 04.12.12

Amigos,

Escrevo estas palavras de despedida (a esta hora estão a questionar porquê) porque em breve tudo estará acabado. Sabem bem que o fim do mundo está próximo e que daqui a uns dias nada restará de nós.
Sabem bem que o dia 21 de dezembro é o último dia do calendário Maia, o que significa que a nossa caminhada termina por aí. A caminhada da Humanidade que ao longo de milhares e milhares de anos povoou a Terra e nela fez grandes feitos e coisas horrendas, que perduraram no tempo durante toda a nossa existência.
Já não vamos a tempo de mudar o que de mal fizemos enquanto cá estivemos, apenas podemos pedir perdão a quem está próximo por todo o mal e esperar que esse perdão seja aceite, para acabarmos de bem com a consciência.
Nada mudará o passado, mas ainda podemos mudar o presente e mudar o futuro dos poucos dias que nos restam. Poderemos fazer com que, até ao último suspiro, muitas pessoas possam sorrir ou ser felizes e assim partirem felizes.

A NASA recentemente pretendeu desmentir que o fim do mundo está próximo (como se fosse capaz de o travar) e que as previsões não se irão confirmar. Nenhum planeta chocará com o nosso e mesmo que se alinhassem nada aconteceria à Terra de anormal. Como é possível que se acredite nesta teoria?

Não sobrará ninguém sobre a terra que possa contar ou escrever o que sucedeu como aconteceu com a criação do mundo.
Não haverá um Adão e Eva e um jardim do Éden. Não haverá a árvore da maçã, nem tão pouco a serpente. A dizimação será total.

Lembram-se dos velhinhos que diziam que no fim do mundo tudo se iria ver? Tantas vezes nos alertaram. Esses estavam certos. No fim do mundo todos estariam loucos e estamos.

Aproveitem para gozar o pouco tempo que ainda nos resta, mas eu ainda quero cá continuar para escrever a história.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.