Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


 

O filme "The Interview", Uma Entrevista de Loucos, poderá ser o maior sucesso de bilheteira dos últimos tempos. Poderia ser mais um filme de sátira como muitos outros, mas dada a polémica dos últimos dias, será diferente - os acontecimentos aguçaram a curiosidade das pessoas. A Sony Pictures terá sido alvo de um ataque informático com origem na Coreia do Norte como forma de impedir a estreia da comédia - uma sátira ao governo da Coreia do Norte e à ditadura que se vive naquele país.

A Coreia do Norte não podia ter pior reação ao filme porque o que poderia ser um filme de pouco sucesso tornou-se apetecível, que tornará a ditadura de Kim Jong-Un ainda mais ridícula aos olhos do mundo. Ridícula são também as ameaças que este país tem feito à empresa Sony Pictures e mesmo aos EUA, como se fossem capazes de impedir a estreia do filme. O regime norte-coreano vive muito longe da realidade dos nossos tempos; uma era de globalização em que grande maioria da população tem acesso à rede e nela tudo partilha com rapidez impossível de parar. A película está nos cinemas, mas na rede já é possível ver o filme. Não há ataque, ameaça que impeça a exposição do regime, até porque todos bem conhecemos como se vive no interior da Coreia do Norte e sabemos o ridículo que são as suas normas. Kim Jong-Un poderá controlar a liberdade de expressão no seu país para manter o seu patético regime, mas nunca conseguirá faze-lo à escala global porque a liberdade de expressão não se combate com mísseis e ataques cibernéticos.

Espero que "The Interveiw" seja o maior sucesso de bilheteira e espero também eu ter a oportunidade de ver o filme.

Autoria e outros dados (tags, etc)

AS CALORIAS DO NATAL

por Manuel Joaquim Sousa, em 25.12.14

O Natal é definitivamente cheio de calorias. Enquanto vejo gente a correr de um lado para o outros atrás das últimas compras, num trânsito infernal na cidade em hora de ponta permanente, decido tomar o meu café descansadamente numa pastelaria ao pé de casa - preferi não deixar as coisas para a última da hora. Estou sentado na pastelaria que hoje está virada do avesso. Metade daquele espaço e metade das mesas estão organizadas de forma diferente, onde são colocados dezenas de Bolos-rei e pão-de-ló. O ritmo de venda é acelerado porque a mesa está constantemente a ficar vazia, enquanto um funcionário tem como trabalho encher para ficar composta. 
Sem dúvida que esta é uma festa bastante calórica, sem esquecer as inúmeras iguarias que fazem parte da tradição. Depois desta época de festividades veremos inúmeras pessoas determinadas a fazer desporto, seja nos ginásios ou até ao ar livre para compensar as calorias ganhas nestes dias - o arrependimento, o sentido de culpa cresce nas pessoas depois de comer uma rabanada bem recheada ou aqueles mexidos bem açucarados. Ainda bem que o Natal é apenas uma vez por ano ou então seria um desastre.

Autoria e outros dados (tags, etc)

subscrever feeds




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Dezembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa




Tags

mais tags