Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MANEL

A vida tem muito para contar e partilhar com os demais. Esta é a minha rede social para partilhar histórias, momentos e pensamentos, a horas ou fora de horas, com e sem pés nem cabeça. Blogue de Manuel Pereira de Sousa

BLOGUE DO MANEL

A vida tem muito para contar e partilhar com os demais. Esta é a minha rede social para partilhar histórias, momentos e pensamentos, a horas ou fora de horas, com e sem pés nem cabeça. Blogue de Manuel Pereira de Sousa

O BOIA

Manuel Pereira de Sousa, 15.10.14
Segundo o meu dicionário de português, o termo boia significa: objeto flutuante que pode ser encontrado nos barcos, redes de pesca, que pode ser utilizado para sustento do corpo em água, que pode existir em mecânica ou até no autoclismo lá de casa.
Pelos vistos há mais significados. Hoje aprendi um novo significado: polícia. Sim, o boia é o mesmo que o polícia... Já sabiam? Eu não. Fiquei admirado quando uma jovem me explicou hoje. Onde aprendeu? Numa série cultural muito importante: "Morangos Com Açúcar".

É gritante a forma como se inventam termos ou significados para a língua portuguesa, baseados em séries sem credibilidade e sem qualquer contributo positivo para a língua ou para a sociedade. É de arrepiar saber que muitos jovens recebem esses conhecimentos das séries e utilizam-nos normalmente. Depois ficam muito admirados quando nós - os mais velhos - dizemos que não sabíamos que o boia era o polícia.

No meu dia-a-dia de formador preparo pessoas que estão no mercado de trabalho - muitas delas recém-licenciadas - e sou confrontado com o desafio de eliminar da linguagem destas os "bués" ditos em qualquer frase, os "tipos" como um artigo de ligação entre palavras. Pior é que as mesmas ficam escandalizadas quando tentamos que percebam o erro e o grosseiro que é utilizar linguagens tão pouco apropriadas num ambiente profissional. O que se aprende na escola? Não deveria o que se aprende na escola se sobrepor ao que se aprende nos duvidosos programas de televisão?

Fico preocupado com esta tendência... Eu que me martirizo quando escrevo uma palavra e fico na dúvida se é com acento ou sem, se é com "b" ou "v".