Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


“As boas raparigas vão para o céu, as más vão para todo o lado”, são palavras de Helen Gurley, a mulher que revolucionou a maneira de pensar por volta de 1965 e que nos deixa, com 90 anos. Ainda hoje, não será assim tão fácil tomar a liberdade de dizer ou escrever tais palavras publicamente, sobretudo em sociedades conservadoras e que se escandalizam por tudo e por nada. Da mesma forma, dizer que as mulheres deveriam ser felizes no sexo antes do casamento ou que as mulheres também sentem prazer quando o praticam é frontal, para derrubar a cultura machista ainda existente no país onde viveu e morreu.

É tão engraçado (que não tem graça nenhuma) a sociedade tão puritana que temos, defensora de valores morais e muito contestatária em relação ao sexo como profissão ou simplemente como amor e que fácilmente se desmoraliza nos seus seus actos - eu sou contra, isto é uma indecência e lá no fundo pensam: eu gostava de ser assim, de fazer o mesmo.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Agosto 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031




Tags

mais tags