Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MAIS VELHO QUE A SÉ DE BRAGA!

por Manuel Joaquim Sousa, em 14.07.15

 

Andava pelo Youtube e tropecei num documentário que tive oportunidade de ver em tempos, na RTP2 - o primeiro episódio do programa "Visita Guiada".

Aqui se desvenda um pouco da história da Sé de Braga - templo de culto desde há mil anos. Neste programa, desvenda-se também a história do cálice de São Geraldo (padroeiro da cidade de Braga) com mil anos e que se encontra no Museu do Tesouro da Sé. A mais antiga peça de ouro destinada ao culto fabricada em Portugal.
Neste episódio percebemos um pouco do enquadramento Histórico da região que mais tarde se chamaria Portugal - tudo à volta da história do cálice.

A Sé de Braga tem uma série de correntes artísticas, que representa uma retrospectiva da arte ao longo da História, devido às inúmeras intervenções que foram sendo realizadas ao longo dos tempos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

MAIS VELHO QUE A SÉ DE BRAGA

por Manuel Joaquim Sousa, em 19.04.15

"Mais velho qe a Sé de Braga". Nem sei porque me lembro agora desta expressão. Talvez sejam os sinos da Sé que estão neste momento o tocar e que inspirem que certas ideias nos venham ao consciente. Tantas vezes que, em Braga, se utiliza esta expressão quando se quer dizer que algo já muito antigo - "hui, isso é mais velho que a Sé de Braga". Porquê esta comparação? Simples: a Sé de Braga é a mais antiga do país, ainda do berço da nacionalidade. Desde sempre a mais religiosa do país - a Roma Portuguesa.

 

Digna de admiração e de visita obrigatória a quem vem a Braga. Para além de um local religioso recehado de história, é uma atração turistica e local de lazer. Por aqui se caminha pelas ruelas estreitas do centro histórico ao som das melodias dos Sinos. Por aqui se pode optar por sentar numa esplanada, ao sol, com vista priveligiada para a fachada central da Sé, num dos vários bares que existem na rua. O Rossio da Sé é merecedor de uma paragem para descansar, conversar, ler, escrever ao som de um jazz ambiente muito agradável, que é abafado pelo som dos sinos às horas e meias hoas e me fazem lembrar do sitío onde me encontro. O salmão em contraste com o azul tornam este espaço muito acolhedor.

Também se diz por aqui: "Vais ouvir os sinos da Sé" - quando fazemos uma asneira e alguém nos vai ralhar.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Maio 2017

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa




Tags

mais tags