Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

TER SOL PAGA MAIS IMPOSTO!

por Manuel Joaquim Sousa, em 01.08.16

O sol quando nasce é para todos. Quem tem mais sol vai pagar mais? Desculpem se a minha casa tem sol a mais. Mas eu não tiro sol a ninguém. Uma nova cláusula para o IMI. Ah, pelos vistos se tiver boa vista também é factor a ter em conta. Que se entende por boa vista? A rua ou a vizinha de deixar cair o queixo? Se estiver próximo de um monumento também tem a agravante. Agravante é quando o património está a cair em pedaços e quem determina regras para o IMI não tem isso em conta. Mais alguma regra? Se precisarem de algo que agrave o imposto à gente eu ajudo. Se a casa tiver água e electricidade deve-se cobrar mais. Se tiver tv paga acho que isso é factor a ter em conta. Já agora se entrar ar em casa agrave-se o imposto que uns têm mais ar que outros...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Está anunciado para hoje, pelas 19h15m, o anúncio de mais medidas de austeridade, pelo nosso Primeiro-Ministro.

Depois dos números da execução orçamental não serem os mais animadores – decréscimo na receita por via de impostos – para o cumprimento das metas do défice, soaram trombetas que uma nova subida de impostos estaria por aí – ainda que o Sr. Primeiro-Ministro terá dito que não seria desejável, não descartando essa hipótese.
É claro que, depois de ter levantado este senão durante a semana, já todos esperam e temem o que vem aí – uma nova subida na carga fiscal sobre os contribuintes (os mesmos que têm pago a crise durante todo este tempo). Nem mesmo os apelos da oposição e do interior do partido do Governo tem feito qualquer eco – já foram ultrapassados os limites da austeridade.

O anúncio foi escolhido para uma excelente altura – antes do jogo da Seleção no Luxemburgo –, talvez assim, este anúncio possa passar despercebido por entre o entusiasmo dos portugueses pelo futebol.

 Custa-me acreditar na retoma da economia esteja prevista para 2013 – como será possível com estes sucessivos estrangulamentos?

Aguardemos ao anúncio que se encontra no segredo dos deuses.

Público: Passos anuncia mais medidas de austeridade às 19h20

http://www.publico.pt/Economia/passos-1562130

Renascença: Passos anuncia novas medidas de austeridade ao final da tarde

TSF: Passos anuncia novas medidas de austeridade às 19h15

SOL: Passos anuncia novas medidas de austeridade esta tarde
 

 Blogue do Manel

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

HISTÓRIA DE VIDA DO ORGASMO

por Manuel Joaquim Sousa, em 01.08.12

Ainda a propósito do Dia do Orgasmo, celebrado ontem, que já tive a oportunidade de falar aqui no meu blogue, continuei a pensar sobre a razão - inteligente ou não - de se ter criado um dia a si dedicado em alternativa a outras causas ou coisas quaisquer. Não quero pensar (já pensei) no que estavam a pensar ou a fazer as pessoas que dedicaram o 31/07 como um dia importante para a sexualidade mundial. Pensei sim, na razão de se terem lembrado do Orgasmo que tem andado bastante deprimido nos últimos anos.

 

A história de vida do orgasmo deve ser recordada nestas linhas e a si deve ser dedicada uma homenagem ao seu esforço e dedicação, em proporcionar o prazer de homens e mulheres deste mundo e de todas as vivências felizes que foi proporcionando - ainda que no final cada um tenha ido para cada seu canto (não todos, alguns). É louvável esta atitude gloriosa de guerreiro... de guerreiro talvez não... de Pai Natal da sexualidade (da mesma forma que o Pai Natal vai em todas as casas na noite de Natal, também o orgasmo corre por muitos sítios em pouco tempo; é em casa, no carro, na praia, no hotel, na tenda, no elevador, na casa de banho, no escritório, etc, etc, etc; é longa a liste de sítios onde o podemos encontrar).  O orgasmo é um daqueles amigos recebidos sempre com uma vontade imensa, ora de forma silenciosa, ora de forma mais acalorada e estridente, a ponto dos vizinhos darem conta da sua chegada - é um amigo do peito e de outros sítios.

 

Mas, nem tudo são maravilhas (antes fosse). O orgasmo anda deprimido faz algum tempo e isso reflete-se na frequência das suas viagens pelo mundo. Com os cortes nos investimentos e nas mordomias, apenas pode viajar em classe turística e quando é estritamente necessário, tendo provocado um congestionamento de pares a desejarem o orgasmo. Os portugueses, pelo menos, tiveram de aprender a fazer o acto (o sexo) na mesma velocidade que o Ministro das Finanças fala, para dar tempo a que o orgasmo chegue. Por vezes, chega atrasado e bastante soado e sofrido.

 

Ele tem-se queixado muito da crise - é isso que o deixa deprimido. Cortaram-lhe o subsidio de Natal e de Férias - isso deixou-o estoirado. Actualmente vê-se confrontado com a deslocação para o quadro de mobilidade com horário zero (imaginem que desgraça aí vem se o horário zero lhe é atribuído) e confrontado com as contratações em regime de Outsourcing que poderão provocar a sua dispensa de funções de utilidade pública. 
A agravante de tudo isto: o orgasmo não tem estabelecida idade de reforma, trabalha até que as gentes ainda tenham força e coragem para praticarem sexo. Trabalhar com a supressão dos feriados e diminuição dos dias de férias é o que lhe espera, para além de, receber um valor muito baixo pelas horas extraordinárias (já sabem que se o orgasmo não chegar naquele momento é porque fez greve às horas extra. Optem por fazer o serviço e chamarem-no a horas de expediente).

 

É uma vida f... esta de orgasmo mal amado e mal pago. Assim se tratam os heróis.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Maio 2017

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa




Tags

mais tags