Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

SOMOS UM BOM POVO!

por Manuel Joaquim Sousa, em 15.01.17

Donald Trump está quase a tomar posse. Até lá vamos assistindo às despedidas de Obama e de toda a sua equipa. Nesta ronda das despedidas, saltou-me a curiosidade da despedida do Embaixador dos EUA em Lisboa, aquele que foi muito falado na altura do Euro 20016, pela sua forte confiança na vitória de Portugal.

Nesta hora da despedida, deixou uma mensagem de coragem aos portugueses e deixou o povo português de “peito cheio” ao considerar-nos como o povo mais acolhedor e o melhor povo do mundo. É tão bom ouvir esta opinião, independentemente de onde venha e da simpatia que se possa ter pela pessoa. É nestes pequenos reconhecimentos que me enche o orgulho em ser português. Não somos nem pequenos, nem tacanhos, nem tão pouco mesquinhos como nos achamos muitas vezes ou como, cá dentro, alguns nos querem apelidar. Somos simplesmente grandes, acolhedores e capazes de fazer grandes feitos. Precisamos sim, muitas vezes, é de pessoas que nos saibam liderar e conduzir para os grandes feitos dos quais fomos sempre capazes ao longo da nossa História.

Autoria e outros dados (tags, etc)

DE ONDE VEM O FASCÍNIO DO FUTEBOL?

por Manuel Joaquim Sousa, em 22.06.12

Lá estavam, centenas de portugueses nas ruas a cantar "Vivas a Portugal" por mais uma vitória frente à Republica Checa, por 1-0, num jogo sofrido com golo bem perto do final.
 

Portugal sofreu. Os portugueses sofreram. Um jogo impróprios para cardíacos. Homens, mulheres e crianças vibraram com o golo e com a vitória. Ao contrário de muitos que choram pela derrota. O futebol é mesmo assim, cheiro de alegrias, sofrimentos e tristezas. O que tem de especial este desporto? Que fascínio tem o futebol, que cria este encanto nas pessoas?

Dirão muitos como resposta: não se explica, sente-se. Acredito. Deve ser como uma força que é superior a nós e nos empurra para um estádio de emoções. Eu e o futebol temos uma relação de amor-ódio (se assim lhe puder chamar). Não gosto por tudo o que envolve o futebol - não é a questão dos milhões pela compra e venda de jogadores e salários dos futebolistas (essa não me afecta muito); mas pela questão das corrupções impunes que por aí se fala; pelas rixas e lutas entre claques que atingem proporções de guerras campais e alteração da ordem pública e pelo ódio de estimação entre muitos adeptos. Se não forem estas questões medíocres, o futebol é lindo dentro de campo (quando é limpo entre as partes), é um espectáculo vibrante - mesmo não entendendo quase nada de futebol, esta é a imagem positiva que retenho.

O fascínio que o futebol cria é global - atravessa raças, crenças, idades e sexos. Este é o melhor embaixador para a paz global e poderia ser utilizado ainda mais para a igualdade de direitos entre os povos, assim como, o veículo de conquista para a liberdade de muitos outros, da mesma forma que qualquer um pega numa bola - de capão, plástico, borracha, trapos - e começa a jogar pelo belo prazer e fascínio que se cria.

 

As vitórias de Portugal fascinam-me (para quem pouco aprecia futebol). Porquê? Não sei. Talvez seja pelo orgulho português que existe dentro de mim.

 

Depois de todas estas palavras a resposta à questão mantêm-se em aberto: De onde vem o fascínio pelo futebol?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Posts mais comentados


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Maio 2017

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa




Tags

mais tags