Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A CONVERSA NA MESA DO LADO! O PODER DA COMUNICAÇÃO

por Manuel Joaquim Sousa, em 13.01.17

Há alturas que me apetece levantar da cadeira e meter conversa com as pessoas da mesa do lado, para lhes explicar onde fica a empresa que tanto procuram. O poder de falarmos a mesma linguagem numa conversa é determinante para que alguém seja compreendido e aceite pelos demais.

 

Estou a tomar o meu café descansado da vida. Na mesa do lado estão duas pessoas de idade na conversa; um de volta de papéis que mais parece um contrato ou uma fatura e outro de volta do telefone à procura de uma morada no Google maps. Por muito que tente ficar alheio à conversa do lado e concentrar-me na minha leitura: não dá. Estão demasiado próximos para me conseguir alhear; estão a provocar uma ansiedade e uma vontade de meter conversa para tentar esclarecer. Mas, não gosto de me meter na conversa dos outros, nem tenho motivo para o fazer - sujeito-me a levar uma resposta menos agradável.

 

Um dos senhores anda preocupado com uma fatura de uma empresa energética com quem já terá rescindido o seu contrato, mas que ainda assim lhe atira um valor superior a 100 Euros para pagar. O senhor precisa de ir a um ponto de contacto para tratar da situação, mas não sabe onde. O outro senhor pesquisa no Google maps e encontra a loja, mostra no telemóvel onde fica e os pontos de referência. Digamos que, para o outro senhor, que não parece ligar a tecnologias, olhar para aquele mapa ou não olhar é a mesma coisa: não percebe nada.

 

Chega outra pessoa à mesa que fica a par da conversa, o senhor do telemóvel está constantemente a explicar onde fica e como se vai para a dita loja - prova a veracidade da sua informação com o mapa -, mas é incompreendido por muito que repita. Este senhor precisa de alguém que ateste a sua credibilidade.

 

A mente humana tem tanto de maravilhoso e inteligente como de fixação por ideias tão próprias, que se torna incapaz de abrir a outros pontos de vista e perspetivas – não há esforço de um para procurar entender a ajuda do outro ou até para lhe pedir ajuda e provar a veracidade da informação: irem os dois à Loja. Digamos que o tempo que perderam a explicar seria suficiente para se deslocarem ao local.

 

O poder de falarmos a mesma linguagem numa conversa é determinante para que alguém seja compreendido e aceite pelos demais; se não existir esta capacidade, o comunicador fica entregue à solidão das suas ideias e teorias, por mais certas que estejam.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Maio 2017

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa




Tags

mais tags