Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


 Da página do grande escritor Pedro Chagas Freitas recolhi este texto que decidi partilhar convosco: 


Pedro Chagas Freitas

 

Dizem que os escritores têm ar de totós; que são uns tapadinhos; que vivem na solidão; que são neuróticos e outras coisas mais no se sentido menos positivo. Depois de lerem o texto que retirei do escritor Pedro Chagas, dá para ficar com a ideia do contrário?

Os escritores são homens como os demais? Sim, como humanos, são seres com as mesmas necessidades fisiológicas. Porém, são algo mais superior  porque apreciam o belo e o prazer de uma forma profunda, que conseguem transparecer para as palavras; enquanto dos demais apenas soltam suspiros e gemidos que se ficam só por aí.
Amor, sexo e paixão e toda a fogosidade ardente não pode ficar apenas no momento - ou então esvazia-se - tem de ficar imortalizado em palavras sentidas e profundas. Não se pretende menorizar os sentimentos dos demais, que não conseguem exprimir em belas palavras o fogo que sentiram no momento do prazer; apenas não se pode manter o preconceito dos escritores em relação ao amor (que não tem de ser sofrido) ou ao sexo (que não tem de ser tabu). Todos podem ser capazes de saborear e sentir arduamente os momentos quentes e fugazes do amor e do sexo - mais que meras necessidades fisiológicas do homem.

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Imagem de perfil

De Maria Araújo a 18.08.2012 às 12:06

Penso que essa ideia de o escritor ser um solitário, neurótico e tudo o mais, já era (repare que, hoje em dia, qualquer "um" é escritos, lol).
Este escritor, que não conheço, tem neste pequeno excerto belas palavras da imortalização do amor/paixâ
Qualquer pessoa, menos capaz, pode imortalizar os sentimentos, as paixões, os gemidos, o prazer, nem que seja num blogue ( a minha opinião vale o que vale).
Cumprimentos.
Imagem de perfil

De Manuel Joaquim Sousa a 18.08.2012 às 15:11

Este escritor é de Guimarães e tem sido nos últimos tempos presença na Rádio Pública, na RTP1 (no 5 para a meia-noite), no Porto Canal e já está a ter alguma projecção internacional. Um homem que considero um escritor compulsivo.

Alguns links:
http://pedrochagasfreitas.blogspot.pt/
http://ascronicasdopcf.blogspot.pt/

Cumprimentos,
MJS
Sem imagem de perfil

De Vanda a 01.05.2013 às 06:07

Com todo o respeito pelo autor do texto, digo somente que tem ainda muito chão para andar. Nota-se-lhe um gosto enorme pela escrita mas daí a consagrá-lo como escritor ainda vai uma grande distância, algum calo e experiência de vida para além dos temas em que se foca.
Sinceramente não gostei do que li mas já é um bom princípio ser sonhador. Votos de sucesso.

Cumps.
Imagem de perfil

De Manuel Joaquim Sousa a 01.05.2013 às 19:18

Olá,

A qual das pessoas se refere no seu comentário? Ao escritor Pedro Chagas Freitas (a que me refiro no texto) ou ao escrevente deste blogue, que nunca foi nem será escritor?

Cumprimentos,

MJS

Comentar post




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Agosto 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa




Tags

mais tags